0

Apegados

 
Mais um livro que recebi da editora novo conceito e adorei. Eu realmente achei super interessante o livro. Ele é mais de autoajuda e diferente dos demais, este é super interessante. Me senti conversando com um psicólogo. 
 
Eu já falei do livro Desapegados, na época que estava acontecendo a gincana da novo conceito, para ler um capitulo do livro, clique aqui.
 
Sinopse: Cada vez mais fazemos uso da pesquisa científica para conquistar melhor qualidade de vida. Sabemos o que devemos ou não comer, conhecemos o tipo de exercício que devemos praticar e por quanto tempo devemos fazê-lo, aprendemos alternativas viáveis para conquistar o sono revigorante… No entanto, nossos relacionamentos amorosos, parte importante de nossa vida, não parecem tão avaliados e estudados. Geralmente temos a sensação de que essa coisa de amor é um assunto da sorte.
Mas será possível que a ciência explique por que algumas relações são produtivas e enriquecedoras, enquanto outras nos deixam perturbados e alienados? Pode a ciência explicar como muitos criam vínculos amáveis sem esforço algum, enquanto outros têm que lutar tanto pelo amor? Para o psiquiatra Amir Levine e a psicóloga Rachel Heller, a resposta é um evidente “sim”.
 
Em “Apegados” — livro baseado nas pesquisas da Teoria do Apego, de John Bowlby —, os autores revelam como compreender os mecanismos de afeição que se criam entre os adultos, o que certamente nos ajudará a encontrar e a manter o amor. Seja você do tipo “ansioso”, “seguro” ou “evitante”, Levine e Heller se encarregam de oferecer instrumentos suficientes para que você possa construir relações mais fortes e reparadoras com as pessoas que ama.
Se você tem vontade de cursar psicologia, eu recomendo que você leia este livro, pois você vai aprender coisa pra caramba sobre relacionamentos. Parece que você ao mesmo tempo que lê, vivencia situações e se identifica. Tenho esta mania de sempre me identificar com algum livro legal que fale sobre sentimentos.
 
O livro descreve situações amorosa que talvez um dia você passe por isto. O livro explica situações, o porque que aquilo acontece e apresenta soluções. Apresentam soluções para evitar ou para de certa forma melhorar. Sinceramente, tem cada conselhos sensacionais neste livro. Eu recomendo este livro. Ele é bem explicativo, te ajuda a compreender facilmente diversas situações.
 
As situações apresentadas nos livros, parece uma história, você se empolga demais lendo e quando vê a opinião dos psicólogos fica sem reação. Eu pelo menos fiquei sem reação, algo que eu poderia achar normal, ás vezes nem é. O mais legal do livro é isto, as situações, as soluções e os passos. É um livro muito interativo, você se sente dialogando com um psicólogo. Na verdade os autores do livro, são psicólogos. Você também interage, tem algumas questões super legais para responder  durante os capítulos.
 
Livro: Desapegados
Editora: Novo Conceito
 
Onde comprar:
 
 
Beijos e boa leitura !

Anúncios
0

Nada é para sempre

No mês passado eu recebi em casa este lançamento da editora seguinte, o livro: Nada é para sempre. Me empolguei tanto lendo o livro que não quis terminar ele nunca, é um livro simplesmente sensacional. Demorei muito para resenhar porque o livro é de te deixar sem palavras, eu confesso que me emocionei lendo o livro.

Sinopse:

Em seu grupo de amigos, Sarah sempre foi a “boa menina”. Um pouco careta, talvez, mas aquela com quem todos sabiam que podiam contar. Isso até que ela conhece Joe – um garoto mais velho, lindo e sedutor – durante as férias em Barcelona e acaba perdendo a virgindade com ele.
De volta à Inglaterra e à companhia dos amigos, Sarah tenta manter uma relação à distância com Joe, que está na faculdade. Ele demora para responder suas mensagens de texto, não telefona, parece estar sempre ocupado. Mas quando os dois se encontram Sarah tem certeza de que devem ficar juntos, então faz de tudo para que sua relação seja especial. Seus amigos, por outro lado, não estão certos de que o rapaz a merece. Sarah acha que tudo não passa de inveja, e os atritos começam a surgir.

Livros de romance me fazem chorar, mas só quando realmente me pegam emocionalmente e foi isto que aconteceu quando eu li nada é para sempre. É uma história envolvente, detalhada e muito louca.  Com certeza você tem um pouco da Sarah dentro de você, talvez você tenha conhecido um Joe da vida ou tenha amigos que nem a Cass, Ashley e a Donna ou talvez você se identifique com alguma das amigas da Sarah.

Confesso que eu me senti lendo os romances antigos de Sabrina quando eu li Nada é para sempre, o livro é realmente um romance, romance de verdade mesmo, daqueles que você suspira, se envolve e sente vontade de viver. Tudo bem que talvez a Sarah tenha sido precipitada logo quando conheceu o Joe, mas quem liga quando se tudo o que você quer é que eles fiquem juntos?

Nada é para sempre, te ensina sobre o amor, desapego e a entender que nem tudo é da maneira que você sonha ou acontece da maneira que você acha que tem que ser. Mas também é um livro para quem não tem tabu, quem não se importa se fala sobre sexo ou quando alguma garota se entrega de primeira. É um livro pra quem realmente quer entender sobre romance em uma linguagem bem atual e divertida.

Nada é para sempre
Editora: Seguinte
A autora: Ali Cronin

Onde comprar:

Site da editora
Livraria da Travessa
Livraria Saraiva
Livraria Cultura

Boa leitura!
 
4

As violetas de março

Com certeza vocês já ouviram falar do livro as violetas de março aqui no blog. No período em que estava ocorrendo o circuito novo conceito, foi disponibilizado um capitulo do livro para vocês lerem, mas caso não tenham lido, cliquem aqui

Sinopse: Emily Wilson é uma mulher jovem e escritora de sucesso, mas não gosta muito de seu próprio livro. Também tem um casamento que parece ideal, no entanto ele acabará em divórcio. 

Sentindo que sua vida perdeu o propósito, Emily decide fazer as malas e passar um tempo em Bainbridge — a ilha onde morou quando menina — para tentar se reorganizar.

Enquanto busca esquecer o ex-marido e, ao mesmo tempo, arrumar material para um novo — e mais verdadeiro — livro, um antigo colega de escola e o namorado proibido da adolescência tornam-se seus companheiros frequentes.  Entretanto, o melhor parceiro de Emily será um diário da década de 1940, encontrado no fundo de uma gaveta. 
Com o diário em mãos, Emily sentirá o estranhamento e a comoção causados pela leitura de uma biografia misteriosa que envolve antigos habitantes da ilha e que tem muito a ver com sua própria história.  
Assim como as violetas que desabrocham fora de estação para mostrar que tudo é possível, a vida de Emily Taylor poderá tomar um rumo improvável e cheio de possibilidades. As Violetas de Março é um romance sobre a força do amor, sobre as peças que o destino prega e sobre como podemos ser felizes mesmo quando tudo parece conspirar contra a felicidade. 


Talvez a sinopse tenha dito demais sobre o livro, mas não chega a ser nem 1/3 da aventura romântica que você embarca quando lê o livro. Fiquei encantada com o livro no primeiro paragrafo e doida pra ter uma amiga que nem a Bee. Sinceramente falando, você se apaixona e se apega a história do livro. 

Eu me senti uma adulta divorciada lendo o livro, confesso, mas também me senti na pele da Emily no momento em que o Joel estava saindo de casa. Ao mesmo tempo que o livro é um romance ele é suspense. Eu fiquei impressionada a cada página, a sutileza das palavras, a maneira com que a autora detalhava cada acontecimento e chega a ser surreal. Você aprende, se sente amiga da Emily e parece que tá ali  do lado dela a cada vez que ela lê o diário e descobre alguma coisa a mais. Você se surpreende a cada história e brinca de quebra-cabeça sem querer. É um livro que te surpreende, por mais que você ache que aquilo vai acontecer, acontece diferente e muito melhor. Você vai rir demais com a Anabelle e acreditar na teoria de tempo de relacionamento de acordo com o nome do rapaz, vai querer bater no Joel e ter uma amiga que nem a Bee. 

Eu sempre comento, que quando o livro é profundo, é difícil você conseguir resumir ele em palavras, o certo é você sentir e deixar a sua imaginação fluir. Foi exatamente assim que aconteceu comigo quando eu li as violetas de março, eu me entreguei tanto ao livro que consegui terminá-lo em menos de dois dias. É um livro maravilhoso, ótimo para relaxar, cheio de lições para aprende e com segredos que irão te surpreender. 

Tenho uma ótima noticia para vocês que chegaram até aqui. Recebi 2 exemplares do livro as violetas de março, um para mim e outro pra sortear para vocês ~pula~. Então vai ser bem simples e fácil de ganhar o kit violetas de março, basta mandar um e-mail para: avenidadream@hotmail.com e responder: Se você fosse escrever um livro, para qual lugar do mundo você viajaria para se inspirar e criar a sua história? A frase mais criativa leva este lindo kit:

A promoção vai até o dia: 25/04 e é valido para todos os lugares do Brasil. Se tiverem alguma dúvida, chamem lá no twitter @avdossonhos !

Beijão e boa leitura !

0

Resenha dupla: Sophie Kinsella

Então,demorei de fazer resenhas novas aqui no blog por motivos de: Estar conhecendo uma das melhores escritoras da vida: Sophie Kinsella.O nome não é muito conhecido,mas ela é a autora do best-seller “Os delírios de Consumo de Becky Bloom”,mas não é sobre esse livro que vim falar hoje.
Me apaixonei pelos livros da Sophie lendo ” Os Segredos de Emma Corrigan” e “Fiquei Com Seu Número”,e hoje vou falar um pouco sobre eles,mas primeiro tenho que  ressaltar algo muito comum nas personagens principais da autora : Todas são muito burras!,enfim vamos ao primeiro livro:
Os segredos de Emma Corrigan : O livro conta a história de Emma,uma garota britânica comum se não fosse pelos seus segredos.Ela trabalha na Corporação Panther,e na sua primeira viajem para fechar um grande négocio para a empresa acontece um grande desastre: Numa turbulência Emma conta todos os seus maiores segredos para Jack Harper,sem saber que ele é seu chefe e presidente da corporação.Ao decorrer da história acontecem situações hilárias entre os dois na empresa por conta dos segredos contados na viagem e acabam descobrindo um grande amor no meio de tanta confusão.

Fiquei com seu número: Poppy está de casamento marcado,e numa bela tarde perde não só seu valiosíssimo anel de noivado como também seu celular.Mas inesperadamente ela acaba encontrando um celular numa lixeira do hotel.Adepta do “o que está no lixo é público” Poppy não vê problema algum em pega-lo,mas ela não sabe que o telefone é de uma ex-assistente do executivo Sam Roxton,e que quer o telefone de volta.Mas Poppy acaba dando uma “forcinha” a Sam encaminhando todos os seus e-mail e ligações até que seu anel seja encontrado,mas ela acaba se metendo em muitas encrencas o que a faz se aproximar cada vez mais de Sam.
Meninas,espero que tenham gostado da minha dica de livros e de autora,pretendo ler mais livros dela e fazer  mais resenhas por aqui. Ah,quem tem conta no Skoob pode me adicionarcomo amiga,quero saber que livros vocês andam lendo! 
beijos, @jooyfranca

0

Você acredita em cara metade? E já achou a sua? Quantas vezes você já ouviu isso?

E aquele outro ditado que diz: “Ele é a tampa da minha panela” ou ainda “Nós somos carne e unha” e por ai vai… Já ouvi até “O chinelo do meu pé cansado”!
 
Mas será que existe mesmo esta tal metade da laranja? E como é que a gente acha? Como saber quem é realmente a outra metade?
 
É exatamente sobre isso que falam Levine e Heller, autores do livro Apegados. Nossos estilos de fixação individuais estão cravados em nossos cérebros. E são de três principais tipos: o estilo “seguro”, o “ansioso” e, ainda, o estilo “evitante”. Os autores explicam o que está por trás das nossas necessidades de relacionamento e, mais do que isso, ensinam aos leitores como identificar os seus próprios estilos e o estilo dos possíveis amados.
 
Repleto de dicas e — o que é melhor — com um questionário para você identificar seu estilo e o do seu parceiro (ou parceira), você ficará definitivamente apegado a este livro.  
 
Para se apaixonar, baixe o capítulo abaixo:
 
 
Beijos e boa leitura !